PRAZO IRPF 2019 →【CRONOGRAMA E DATA DE ENTREGA】

O prazo IRPF 2019 é geralmente estendido até o final do mês de abril. Para aqueles que não fizeram a declaração, haverá uma multa e a necessidade de acertar seus dados com a Receita Federal o mais rápido possível.

Procure um contador ou um posto da Receita em sua cidade para se informar sobre o que fazer. Leia atentamente todas as informações possíveis a respeito do prazo IRPF. Acompanhe!

O que é o Prazo IRPF 2019?

O Imposto de Renda é um tributo que o contribuinte (pessoa física ou jurídica) paga ao Governo Federal, relativo aos seus bens e arrecadações. O cálculo do valor a ser pago, tem base nos rendimentos que o contribuinte teve dentro do ano base de coleta de dados, seja fruto de trabalho ou capital.

PRAZO IRPF 2019

O prazo IRPF se dá entre os meses de março e abril de cada ano. Para aqueles que fizeram um pagamento maior do que o necessário, a Receita faz a devolução em forma de Restituição do Imposto de Renda, a ser pago em sete lotes, distribuídos dos meses de junho até dezembro.

Qual o Cronograma do IRPF 2019?

O prazo IRPF 2019 foi prorrogado até o dia 30 de abril. Todos os contribuintes que não fizerem a declaração serão multados, no valor mínimo de R$165,74, podendo chegar até a 20% do imposto devido.

Para aqueles que terão restituição à receber, elas serão pagas em sete lotes e seguem uma ordem de prioridades. Primeiro, recebem os idosos, portadores de deficiência e doenças graves. Após esses, as devoluções são efetuadas de acordo com a ordem em que as declarações foram recebidas.

No ano de 2018, as restituições do Imposto de Renda serão disponibilizadas em lotes que irão do mês de junho até o mês de dezembro. Segundo o cronograma IRPF, publicado no Diário Oficial da União, as datas das devoluções se darão nos seguintes dias:

  • 1º lote: 16 de junho;
  • 2º lote: 17 de julho;
  • 3º lote: 15 de agosto;
  • 4º lote: 15 de setembro;
  • 5º lote: 16 de outubro;
  • 6º lote: 16 de novembro;
  • 7º lote: 15 de dezembro.

Vale lembrar que apenas as datas são divulgadas, não o nome de quem será beneficiado. Por isso, se você estiver esperando pela Restituição do Imposto de Renda, faça a consulta através do site da Receita Federal, incluindo CPF e data de nascimento, e veja se a sua restituição foi disponibilizada no lote do mês.

IRPF 2019

O IRPF denomina-se a todas as pessoas físicas brasileiras, ou seja, são pessoas comuns que possuem o registro de RG e CPF. Os contribuintes que receberam até R$26.816,55 e que se encaixam no IRPF deverão fazer o procedimento de declaração dentro da data estabelecida pela Receita Federal. Se você recebeu menos que isso pode ficar tranqüilo, pois você estará isento do pagamento.

IRPF 2019

Para fazer a declaração de pessoa física é bastante simples, basta você entrar no site da receita federal e baixar o programa gerador da declaração. Logo após você deverá preencher todos os dados que são pedidos. Siga os passos no parágrafo acima que você vai ver que é simples e fácil fazer a declaração do Imposto de renda.

IRPJ 2019

Já pessoas jurídicas são aqueles cidadãos que possuem CNPJ, ou seja, o registro de alguma empresa. O que o torna obrigado a declarar o imposto de renda. Porém a declaração da pessoa jurídica é diferente do da pessoa física. Pois existem alguns detalhes na hora de declarar como o lucro presumido, o lucro arbitrado e também o lucro real.

É muito comum que donos de empresa já tenham o seu contador ou pessoa certa para fazer a sua declaração. Para que assim ele não se passe em todas as informações e acabe pagando um valor a mais do que fora estabelecido.

 

PRAZO IRPF 2019

Se você não sabe como declarar o IRPJ saiba que é um processo um pouco parecido com o da pessoa física, porém tem as suas peculiaridades.

Primeiramente vocês irão ter que entrar no site da Receita e baixe o programa para declarar. Logo após, você coloca a opção de declaração por pessoa jurídica e preenche os dados que for preciso.

Vale ressaltar que em ambos os casos a Receita Federal disponibiliza recursos para facilitar o processo da declaração do imposto de renda.

Quem precisa fazer a declaração IRPF 2019

Alguns parâmetros baseiam a obrigatoriedade na Declaração do Imposto de Renda. São eles:


01. Quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2017.


02. Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano anterior.


03. Quem obteve, em qualquer mês de 2017, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores.


04. Atividade rural que tenha gerado receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50.


05. Quem tinha, em 2017, bens ou direitos de valor total superior a R$ 300 mil.


06. Quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês do ano passado e se manteve morando em nosso país.


Como declarar o IRPF 2019

Antes de começar a fazer a declaração, tenha em mãos toda a documentação da qual precisará, incluindo os rendimentos da empresa onde trabalha e o número da declaração do ano anterior. Com isso em mãos, clique duas vezes no ícone do programa e escolha a opção “Declaração de ajuste anual”.

Para realizar a declaração após conferir o prazo IRPF 2019 é preciso seguir o passo a passo a seguir. Acompanhe:

PRAZO IRPF 2019


Passo 02. Preencha com todos os dados pessoais, endereço, CPF, ocupação, entre outros.


Passo 03. Na aba “Rendimentos” você irá incluir tudo o que recebe de fontes pagadoras. Tenha atenção para declarar todos os rendimentos, ou corre o risco de cair na malha fina. Declare também os rendimentos isentos e não tributáveis, como ganhos na poupança e bolsas de estudo, na aba específica.


Passo 04. Quando for declarar os bens, inclua todas as aplicações financeiras, saldo em conta corrente, bens imóveis e veículos. Na ficha de “Pagamentos Efetuados”, você deverá inserir os dados sobre os pagamentos dedutíveis, como despesas com saúde e educação.


Passo 05. Antes de encerrar, clique no botão “Verificar pendências”. Ele irá mostrar caso algum item não tenha sido preenchido ou que deva ser corrigido. Estando tudo em ordem, escolha o modelo de tributação que mais lhe agrada. O programa indica a opção mais vantajosa, que oferece maior valor de restituição ou menor valor de imposto a pagar.


Não esqueça de incluir o banco e a agência na qual deverá ser creditado o valor da restituição. Por fim, clique em “Entregar Declaração”, no canto esquerdo inferior. A declaração será salva automaticamente, mas orientamos a fazer a impressão do comprovante e guardar em lugar seguro.

Caso tenha alguma dúvida a respeito do prazo IRPF 2019 deixe o seu recado agora mesmo para que possamos esclarece-lo o mais breve possível. Boa Sorte!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *